CRISGEST

Condomínios


Propriedade
Horizontal

Administração
Gestão

.


Área Administrativa:

Funções:

  • Registar o condomínio.
  • Elaborar o Regulamento Interno.
  • Subscrever os contratos com entidades externas.
  • Abrir contas bancárias ( D.O. e Poupança Condomínio)
  • Fazer os Orçamentos Financeiros.
  • Elaborar mapas demonstrativos
  • Determinar o valor da comparticipação de cada fracção.
  • Efectuar cobranças e emitir os respectivos recibos.
  • Efectuar as depesas correntes.
  • Promover assembleias de condóminos.
  • Prestar contas anuais.
  • Gerir com equilíbrio os processos de dívidas.
  • Representar o condomínio perante terceiros.

  • As administrações e os prédios As causas possíveis do envelhecimento prematuro
    dos edifícios:

  • Exógenas: Meio ambiente e fenómenos naturais
  • Endógenas: Meios financeiros insuficientes ou gestão deficiente.

    Causas endógenas:
  • Incumprimento nos pagamentos das respectivas quotas, destinadas às despesas do condomínio
  • Cálculo errado, por defeito, na determinação dos valores das quotas
  • Ausência de constituição dum Fundo Comum de Reserva para manutenções (obras e pinturas)
  • Fundo Comum de Reserva(se constituído), utilizado em despesas correntes.
  • Administração

    Pelas razões apontadas, a escolha de um administrador experiente e responsável, é fundamental.


  • Área Técnica:



    Serviços de manutenção e reparação:

  • Elevadores,
  • Limpezas,
  • Iluminação,
  • Intercomunicadores,
  • Fechaduras,
  • Pinturas
  • Jardins
  • Piscinas .

    Pinturas e obras:
    Um problema crónico que atinge, mais cedo ou mais tarde o edifício.
    A experiência de quem administra um Condomínio é muito importante. Perceber onde está o problema.
    Por exemplo, a origem das infiltrações no prédio, que acabam por atingir as fracções.
    Ter capacidade para dialogar com as empresas que fazem as reparações ou pinturas, não só no aspecto técnico, mas também sobre o valor dos orçamentos apresentados.

  • copyright©CrisGest